Aveleira, a arvore das avelãs

Aveleira, a arvore das avelãs

Da família dos frutos secos a aveleira, Corylus avellana L., é um arbusto ou pequena árvore da família das coriláceas, que pode atingir 6 m de altura, com copa pouco densa, raminhos com pêlos avermelhados, glandulosos, folhas suborbiculares pubescentes na página inferior, flores masculinas dispostas em amentos verde-claros e sésseis e pedúnculos frutíferos com uma a quatro avelãs.

Estas são glandes castanhas, ovóides ou globosas, envolvidas por um invólucro foliáceo constituído por brácteas e bractéolas, todas acrescentes, com a margem dentada ou laciniada. As avelãs já eram colhidas para alimento pelos homens do Mesolítico, aparecendo referidas nas obras de Plínio e Teofrasto.

Muitas das variedades cultivadas hoje em dia surgiram no século passado como resultado de selecções e hibridações. Em Portugal, as aveleiras são geralmente cultivadas isoladamente no sub-bosque de carvalhais das zonas mais húmidas, alcançando a sua produção máxima aos 15 anos. Sendo uma espécie de clima frio bastante rústica, adaptando-se bem a diversos tipos de solos, é particularmente importante no distrito de Viseu.

Ultimamente têm surgido novos pomares bem instalados, constituídos por um número restrito de variedades adequadas às exigências de consumo, entre as quais se destaca a cultivar Grada. A produção média anual é de 1600 t.

Veja também

Etiquetas: , , , , ,

2 Responses to “Aveleira, a arvore das avelãs”

  1. Bruno diz:

    Eu queria agradecer a todos os que fiseram esse trabalho e essa pesquisa e eu queria agradecer pelo esforço
    __
    | |
    _____| |
    (
    (
    (________

  2. Roseli diz:

    Não é bem um comentario . Tenho um pé de Aveleiro e da Castanha Portuguesa.Ela deu muitos frutos e eu estava em duvida de como prepara-la.

Deixe uma resposta