O rami | Boehmeria nívea

O rami | Boehmeria nívea

Recebem o nome de rami as fibras do líber de uma planta urticácea originária da Asia Oriental, espontânea, porém, também cultivada.

O rami (Boehmeria nívea) é um arbusto de folhas alternas, dentadas, cordiformes. Na subespécie B. nívea ssp. chinensis a página inferior da folha do rami (Boehmeria nívea) está coberta por um indumento branco, enquanto na subespécie B. nívea ssp. indica é verde. Apesar de ser uma urticácea, a planta rami (Boehmeria nívea) não é urticante.

Do rami cru, por métodos mecânicos e químicos, obtém-se o rami puro. Chega ao mercado em faixas ou placas de fibras resistentes, de considerável comprimento (até 22 cm), mais resistentes que as do cânhamo. Depois de transformadas adquirem um brilho sedoso.

Com elas fabricam-se sobretudo cordas e tecidos grossos, porém não são próprias para vestuário, uma vez que depois de lavadas ficam muito ásperas. Há algum tempo atrás, as fibras de rami eram utilizadas no fabrico de camisas incandescentes para os candeeiros a gás (luz de Auer).

Veja também

Etiquetas: ,

4 Responses to “O rami | Boehmeria nívea”

  1. Diolino de Sousa Costa diz:

    Como consigo comprar semente de rami.

  2. Edmar de Queiroz Machado diz:

    Como conseguir sementes de RAMI – Boehmeria nívea; solicito urgência pois chuvas aqui no semi-arido já iniciaram.

  3. douglas martins bento diz:

    o rami pode ser usado em
    tratamento de aves ………………

  4. Daniel Lopes diz:

    O rami não se propaga bem através de sementes, embora as produza, e após estabelecido possa vir a se dispersar pela vizinhança. O plantio se faz por rizomas, produzidos em grande quantidade. Os criadores de coelhos se destacam pela tradição em usar o rami como alimento para seus animais, e provavelmente em universidades e escolas técnicas onde haja um setor de cunicultura haverá cultivos de rami.
    Rami pode ser usado como alimento não só para coelhos, mas também galinhas, cavalos, ruminantes.
    A maior limitação em seu uso estará na dificuldade de picar a planta em picadeiras comuns, por causa da sua fibra (embira), que pode enovelar em torno do eixo das navalhas e emperrar a máquina. Poderá ser fornecido inteiro (com cerca de 2 palmos de altura), picado com facão ou em fatiadora de palma, que possui um sistema de corte diferente.
    Há necessidade de corte frequente da planta, que apesar de mais produtiva durante a época de chuvas, cresce durante todo o ano, desde que haja alguma umidade no solo ou presença de orvalho.

Deixe uma resposta